RESENHA DE "A VIUVINHA" DE JOSÉ DE ALENCAR


A Viuvinha

(José de Alencar)

O romance começa com o narrador contando como se escrevesse uma carta a uma prima relatando a história de Jorge e Carolina. Ele, herdeiro de uma grande fortuna que em sua juventude passa a gastá-la sem nenhuma preocupação. Apaixona-se por Carolina e começa a ver a vida de um outro ângulo, mas às vésperas do seu casamento, é surpreendido por um velho amigo de seu pai e seu antigo tutor, o Sr. Almeida, descobrindo estar desgraçadamente falido, pobre.

Para saldar sua dívida e a honra de seu falecido pai ele toma uma atitude que transformará sua vida. No dia do seu casamento Jorge tomado pela culpa e pela vergonha, acaba se suicidando e deixando Carolina viúva. Passa-se cinco anos e Carolina continua usando seu traje de viuvez, o que as pessoas do lugar colocam o apelido de viuvinha, por ser uma moça jovem e muito formosa. Neste momento entra em cena Carlos, um homem que guardava um segredo.

O Sr. Almeida foi falar com Carlos onde deixa claro que sabe que ele é o mesmo Jorge que outrora inventou sua morte para poder trabalhar e juntar dinheiro suficiente para limpar seu nome e do seu pai.

Carlos freqüentemente fica nas sobras embaixo da janela de Carolina, cuidando dela, amando-a em segredo, até que um dia resolve escrever uma carta onde fala do seu amor e marca um encontro, sem ela saber de quem se trata. Ela entra em contradição o seu pobre coração, se deve ou não ir ao encontro mesmo sabendo que ainda ama desesperadamente seu marido Jorge. Quando chega ao encontro o desconhecido fala de seu amor e pede pra ela aceitar a ele. Mas em primeiro lugar Carolina tenta repudiá-lo dizendo que não o quer, pois ainda esta apaixonada pelo seu falecido marido. Neste momento Carlos resolve se mostrar a Carolina contando-lhe toda a verdade, e abraça-a e beija e ambos juntos vão celebrar este amor tendo enfim sua noite de núpcias.

Pela manhã o Sr. Almeida resolver ir até a casa de Carolina para contar a ela e sua mãe sobre a volta de Jorge, e enquanto ele esta falando com a mãe de Carolina, esta a chama e diz que esta esperando por Jorge. Sua mãe acha que Carolina está enlouquecendo e quando vai até o quarto da jovem leva um susto quando a vê no corredor de braços dados com o “falecido”.

O narrador termina contando que ouviu esta história de Carlota que é vizinha e amiga da viuvinha.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários: